Terço da Libertação

A história

O Terço da Libertação é um dos vários métodos de oração que utilizam o colar de contas do Santo Rosário como estrutura e guia. Essa oração e seu método foram desenvolvidos por Regis Castro e sua esposa Maïsa.

Regis e Maïsa fundaram, juntamente com o Pe. Eduardo Dougherty, a Comunidade Católica de Aliança Jesus te Ama, fundada em 1984, cujo carisma é a “Evangelização pela Palavra de Deus, através de todos os meios de comunicação”. Por muito tempo, o casal pregou no Programa de Rádio Jesus te Ama, alcançando um poder de transmitir a Palavra de Deus para mais de 160 emissoras no Brasil e nos Estados Unidos.

O tema que mais inspirava o Regis Castro em suas pregações era o que nos ensina os versículos de João 8: 31, 32 e 36.

São João: 31. E Jesus dizia aos judeus que nele creram: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis meus verdadeiros discípulos. 32 conhecereis a verdade e a verdade vos livrará. 36 Se, portanto, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres.

 

Meditando na Palavra de Deus, a partir dos versículos citados, o Espírito Santo trabalhou a sua mente e o seu coração, adicionando outros elementos para compor o Terço da Libertação, tais como, como:

São Mateus – 8:2 – Eis que um leproso aproximou-se e prostrou-se dian­te dele, dizendo: “Senhor, se queres, podes curar-me”.

São Mateus – 14:30 – Mas, redobrando a violência do vento, teve medo e, começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!”.

São Lucas – 18:13 – O publicano, porém, mantendo-se à distância, não ousava sequer levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem piedade de mim, que sou pecador!”

 

A partir daí o Espírito Santo começou a agir no corpo e alma do Regis, orientando-o a afirmar, frequentemente, nas suas pregações a seguinte oração:

“ Jesus tem piedade de nós! Só Jesus cura! Só Jesus salva! Só Jesus liberta!”

 

Com o tempo, o grandioso trabalho de evangelização foi alcançando muitos corações e inúmeros testemunhos de graças começaram a chegar, mostrando como o poder do nome de Jesus Cristo pode fazer verdadeiros milagres. As pregações foram transformadas em livros e os testemunhos de fé não pararam de chegar.

Uma bela noite, Regis estava orando na madrugada e sentiu a presença do Espírito Santo e obteve a inspiração divina para “compor” um Terço o qual se chamaria “Terço da Libertação”. Este terço seria inspirado na Palavra de Deus, o que levaria quem o rezasse a experimentar o poder, amor e a fidelidade do Pai. Isso porque, nesse terço, o nome poderoso do Nosso Senhor Jesus Cristo é invocado 206 vezes.

A Palavra de Deus suscitaria a fé em Jesus Cristo e a invocação fervorosa do nome de Jesus levaria também a uma experiência pessoal com o Amor misericordioso do Senhor, pois Ele mesmo prometera que “qualquer coisa que me pedirdes em meu nome, vô-lo farei” (Jo 14,14) e ainda disse que “todo o que invocar o nome do Senhor será salvo” (Rom 10,13). E isso nos lembra que “em nenhum outro (nome) há salvação…” (At 4,12).

Exercendo a virtude da obediência, Regis ouviu e seguiu a inspiração divina e compôs o Terço da Libertação. Logo em seguida, juntamente com sua esposa Maïsa, escreveu um livro registrando toda a base bíblica para que, quem o rezasse, o fizesse com o conhecimento do poder contido na Palavra de Deus e no nome de Jesus Cristo e, assim, não o reduzisse a uma fórmula mágica.

A primeira edição do livro foi um sucesso, o que evidencia a poderosa ação do Nosso Senhor Jesus Cristo na condução desse belíssimo projeto. Com o tempo, milhares de testemunhos de fé começaram a chegar, dos mais variados cantos do Brasil. Testemunhos que foram incluídos no livro para evidenciar o poder de Deus.

Vale a pena conhecer essa belíssima obra e essa poderosíssima oração.

 

Para quê rezar o Terço da Libertação?

É muito comum, nos dias atuais, sentirmos uma frieza espiritual, uma tibieza que nos tira a força de nos conectarmos com o Senhor. Essa apatia espiritual, reflexo de nossos tempos, precisa ser superada para que o equilíbrio mental, emocional e espiritual se estabeleça e nossa confiança em Deus se fortaleça.

Não conseguem orar?

Não consegue ler a Palavra de Deus?

Não consegue se dedicar a Obra de Deus, ir à missa, ouvir e cantar os louvores?

Não consegue se desconectar de pessoas negativas, vícios, paixões e pecados?

Não consegue superar uma influência espiritual maléfica?

Não consegue rezar o terço e nem fazer outras coisas que nos aproximam de Deus?

Então, o Terço da Libertação é para você!

Roteiro do Terço da Libertação

Terço da Libertação

Figura – 1: Estrutura do Terço da Libertação

 

Você verá os 22 passos que compõe a estrutura do Terço da Libertação, com as orações a serem recitadas em cada etapa e, em alguns casos, explicações necessárias para sua realização.

 

1 – Sinal da Cruz

Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos, Deus, Nosso Senhor, dos nossos inimigos.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

 

2 – Oração ao Divino Espírito Santo

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos Vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado, E renovareis a face da terra.

Oremos: Deus, que instruístes os corações dos Vossos Fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que Apreciemos retamente todas as coisas segundo o Mesmo Espírito e gozemos sempre da Sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém!

 

2.1 – Invocação dos Dons do Divino Espírito Santo

Após a oração ao Divino Espírito Santo, você pedirá ao mesmo que lhe conceda o dom necessário a lhe ajudar na manifestação da sua Intenção. A escolha do dom (ou dons) a ser solicitado ao Espírito Santo precisa ter uma base racional e coerência com a Intenção objeto de oração no Santo Rosário.

É preciso lembrar que nós já temos a graça de Deus em nossas vidas, porém nos afastamos desta através das nossas escolhas, então é possível que nossas ações diárias e nossas decisões façam com que trilhemos caminhos opostos a direção que o Pai deseja e, sendo assim, perdemos tal graça, não porque Deus não a nos concedeu, mas porque nos distanciamos demasiadamente para sermos incapazes de apanhá-la. “O Senhor está convosco assim como vós estais com ele. Se vós o procurais, ele se manifestará a vós, mas se vós o aban­do­nardes, ele vos abandonará.” (II Crônicas – 15: 2b).

Espírito Santo, concedei-me o Dom da Sabedoria, a fim de que cada vez mais aprecie as coisas divinas e, abrasado pelo fogo do Vosso amor, prefira com alegria as coisas do céu a tudo o que é mundano, e me una para sempre a Cristo, sofrendo neste mundo por seu amor.

Espírito Santo, concedei-me o Dom do Entendimento, para que, iluminado pela luz celeste da Vossa graça, entenda bem as sublimes verdades da salvação e da doutrina da santa religião.

Espírito Santo, concedei-me o Dom do Conselho, tão necessário nos melindrosos passos da vida, para que escolha sempre aquilo que mais seja do Vosso agrado, siga em tudo a Vossa divina graça e saiba socorrer o meu próximo com bons conselhos.

Espírito Santo, concedei-me o Dom da Fortaleza, para que eu fuja do pecado, pratique a virtude com santo fervor e afronte com paciência, e mesmo com alegria de espírito, o desprezo, o prejuízo, as perseguições e a própria morte, antes de renegar por palavras e obras a Cristo.

Espírito Santo, concedei-me o Dom da Ciência, para que conheça cada vez mais a minha própria miséria e fraqueza, a beleza da virtude e o valor inestimável da alma, e para que veja sempre claramente as ciladas do demônio, da carne, do mundo, a fim de as evitar.

Espírito Santo, concedei-me o Dom da Piedade, que tornará delicioso o meu trato e colóquio Convosco na oração e me fará amar a Deus com íntimo amor como a meu Pai, a Maria Santíssima e a todos os homens como meus irmãos, em Jesus Cristo.

Espírito Santo, concedei-me o Dom do Temor de Deus, para que eu me lembre sempre, com suma reverência e profundo respeito, a Vossa divina presença, trema como os próprios anjos diante da Vossa divina majestade e nada receie tanto como desagradar-Vos!

 

3 – Oferecimento do Terço

Divino Jesus, eu Vos ofereço este terço que vou rezar, rogando as bençãos de vossas mãos para que eu seja inspirado(a) pelo Espírito Santo a imitar seu magnífico exemplo de amor, de modo a desenvolver as virtudes necessárias para bem rezá-lo e tornar-me merecedor(a) da glória dos céus e da manifestação de milagres em minha vida.

 

4 – Faça sua Intenção

Jesus nos orientou a “orar sempre e não cessar de o fazer” (São Lucas, 18:1), seja essa oração direcionada para pedir forças diante das provações, conforme nos direciona o Salmo 55:23 “descarrega sobre o Senhor os teus cuidados, e ele te sustentará: não permitirá jamais que o justo vacile”, ou seja uma oração direcionada para alcançar uma graça específica, “pedi, e vos será dado; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque todo o que pede, recebe o que busca, encontra, e a quem bate, abrir-se-á” (São Mateus, 7:8-9) ou mesmo para interceder por alguém, como fez Jó ao interceder por seus amigos e o Senhor atendeu ao seu pedido (Jó, 42:8-9). A oração é o método mais poderoso para nos conectarmos com o Pai, o Nosso Salvador, e fazer milagres se manifestarem em nossas vidas.

A Intenção é o modo pelo qual você manifesta seu pedido ao Pai. É a expressão daquilo que você deseja, do fundo do seu coração, e que é racionalmente direcionado para Deus. Vale lembrar que a sua Intenção é o objetivo que você deseja manifestar com a graça de Deus na sua vida ou na vida por quem você ora. As mesmas regras para estabelecer um objetivo são aplicáveis para estabelecer uma Intenção.

 

4.1 – Por Cristo, com Cristo, em Cristo

Após manifestar a Deus seus pedidos, através da Intenção, é preciso dizer “seja feita a vossa vontade”, de modo a preenchermos do Amor e presença de Cristo os nossos desejos. É preciso afirmar que todos os nossos pensamentos, palavras e ações são para honrar e glorificar o Nosso Senhor Jesus Cristo e o seu Santo Evangelho.

Essa oração é um poderoso instrumento para exercermos a humildade e não nos desviarmos para o mundo, pois ela nos auxilia a recordarmos que Deus se fez homem para tirar o pecado do mundo e nos conceder a vida eterna. Ela é rezada em toda a missa, no momento em que Jesus Cristo se faz presente através da eucaristia… no momento em que Cristo se sacrifica, mais uma vez, para nos livrar do pecado, através da sua carne e do seu sangue. Tal oração é um poderoso recurso que nos auxilia a colocar o propósito da nossa Intenção em agradar a Sabedoria Encarnada e evitar os perigos da soberba. É uma forma de determinar que sua vida é dedicada a edificar a obra divina na terra e ser um instrumento de Cristo e no mundo.

Por Cristo, com Cristo, em Cristo; A vós Deus Pai todo-poderoso; Na unidade do Espírito Santo; Toda honra e toda glória; Agora e para sempre; Amém.

 

5 – Credo Apostólico

Creio em Deus-Pai Todo Poderoso, criador do céu e da terra; e em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria; Padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus; está sentado à direita de Deus Pai Todo Poderoso, de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos; creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.

 

6 – Pai Nosso

Pai Nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso nome; venha a nós o Vosso Reino; seja feita a Vossa Vontade, assim na Terra como no Céu.

O pão nosso de cada dia nos dai hoje.

Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

 

7 – Ave Maria (3x)

Ave Maria, cheia de graça; o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres  e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém.

 

8 – Glória ao Pai

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e para sempre. Amém.

 

PRIMEIRA DEZENA

9 – Jaculatória Contas Grandes

Se Jesus me libertar, serei verdadeiramente livre!

 

10 – Jaculatória Contas Pequenas (10x)

Jesus tem piedade de mim!

Jesus cura-me!

Jesus salva-me!

Jesus liberta-me!

 

11 – Glória ao Pai

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e para sempre. Amém.

 

SEGUNDA DEZENA

12 – Jaculatória Contas Grandes

Se Jesus me libertar, serei verdadeiramente livre!

 

13 – Jaculatória Contas Pequenas (10x)

Jesus tem piedade de mim!

Jesus cura-me!

Jesus salva-me!

Jesus liberta-me!

 

14 – Glória ao Pai

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e para sempre. Amém.

 

TERCEIRA DEZENA

15 – Jaculatória Contas Grandes

Se Jesus me libertar, serei verdadeiramente livre!

 

16 – Jaculatória Contas Pequenas (10x)

Jesus tem piedade de mim!

Jesus cura-me!

Jesus salva-me!

Jesus liberta-me!

 

17 – Glória ao Pai

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e para sempre. Amém.

 

QUARTA DEZENA

18 – Jaculatória Contas Grandes

Se Jesus me libertar, serei verdadeiramente livre!

 

19 – Jaculatória Contas Pequenas (10x)

Jesus tem piedade de mim!

Jesus cura-me!

Jesus salva-me!

Jesus liberta-me!

 

20 – Glória ao Pai

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e para sempre. Amém.

 

QUINTA DEZENA

21 – Jaculatória Contas Grandes

Se Jesus me libertar, serei verdadeiramente livre!

 

22 – Jaculatória Contas Pequenas (10x)

Jesus tem piedade de mim!

Jesus cura-me!

Jesus salva-me!

Jesus liberta-me!

 

23 – Glória ao Pai

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e para sempre. Amém.

 

24 – Salve Rainha

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas.

Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce e sempre Virgem Maria!

Rogai por nós, Santa Mãe de Deus. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém.

 

25 – Jaculatória: Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo

Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado.

 

26 – Deus Vult

 

Se desejar saber mais sobre o Terço da Libertação, acesse o site desse divino projeto do Senhor. Clique Aqui!

Conheça O Método dos Milagres e aprenda, de forma sistemática, como inserir a espiritualidade católica em sua vida e obter inúmeros milagres.

Aprenda mais sobre o Santo Rosário

Veja também o Santo Rosário – Mistérios Gozosos

Veja também o Santo Rosário – Mistérios Dolorosos

Veja também o Santo Rosário – Mistérios Gloriosos

Gervazio Lopes

Gervazio Lopes

Escolheu Administração como profissão e Empreendedorismo como carreira. É um Caçador de Oportunidades, crossnetwork, empreendedor, palestrante, professor e voluntário. Se define como um conservador, católico, defensor da tradição e da liberdade e estimulador do protagonismo individual para fortalecimento das famílias, desenvolvimento de indivíduos e de sociedades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *